sexta-feira, 2 de julho de 2010

A CONGESTÃO DE MELANCIA



Essa semana foi dark. Segunda-feira tive congestão de tanto comer melancia. Que coisa horrível meninas. Fazia muito tempo que eu não desmaiava desse jeito. Na primeira vez, eu não consegui chegar ao banheiro no trabalho e depois de dar duas cabeçadas (uma na parede e outra na porta do banheiro) caí no chão desmaiada, mas voltei rapidinho porque precisava passar mal (até pra isso eu sou controlada, fala sério). A segunda vez pedi ajuda e acreditem se não tivesse pedido tinha caído no caminho até o banheiro.
Passei caindo por aí até quarta-feira. Somente ontem, quinta-feira estava bem. Completamente bem e só então eu comi um pedaço de melancia, mas pequeno hehehe.



Me sinto muito agoniada. Que tempo que não passa. Quanta vida que parece mal vivida. Parece um buraco, escuro e frio. Por vezes não tenho vontade de ver ninguém, de falar com ninguém. Fico desejando acordar. Mas percebo que mesmo que acorde ninguém poderá me salvar, é impossível salvar aquele que já sucumbiu a falta de esperança. É como se eu desejasse adormecer e nunca mais acordar, porque caso desperte encontrarei as coisas do mesmo modo que deixei: as pessoas serão iguais, decepcionantes, insensíveis.



Mesmo tendo pessoas com bons corações ao meu redor, me sinto tão triste, um smile azul no meio dos amarelos (huahau).
É como se não soubesse o próximo passo, é como se não soubesse qual a próxima função que devo desempenhar. Ta complicado.