quinta-feira, 12 de agosto de 2010

IN LOVING MEMORY

E vc sabe quem vc é. E vc sabe que esta canção é sua. Nada deu certo até vc aparecer. E agradeço por tudo dar errado, pois só assim vc está aqui agora! É tudo muito depressa, muito maluco, mas nunca tive tanta certeza na vida, pois sua alma voltou.
Meninas... sem comentários....



Obrigado por tudo que você fez
Eu senti sua falta por tanto tempo
Eu não posso acreditar que você tenha ido e
Você ainda vive em mim
Eu sinto você no vento
Você me guia constantemente



Eu nunca soube o que era
Estar sozinho... não
Porque você sempre estava
Lá para mim
Você estava sempre lá esperando
Mas agora eu vou para casa
E sinto falta do seu seu rosto
Sorrindo para mim
Eu fecho meus olhos para ver
E eu sei
Você é uma parte de mim
E é sua canção
Que me deixa livre
Eu canto ela quando
Eu sinto que eu não posso mais segurar
Eu canto hoje à noite
Porque ela me conforta

Eu carrego as coisas
Que me fazem lembrar de você
Em memória amorosa da
Única que era tão real
Você era tão amável quanto você podia ser
E embora você tenha ido
Você continua sendo como o mundo para mim

Eu nunca soube o que era
Estar sozinho... não
Porque você sempre estava
Lá para mim
Você estava sempre lá esperando
Mas agora eu vou para casa
E não é o mesmo, não
Eu sinto ela vazia e só
Eu não posso acreditar que você tenha ido
E eu sei
Você é uma parte de mim
E esta é sua canção
Que me deixa livre
Eu canto ela quando
Eu sinto que eu não posso mais segurar
Eu canto hoje à noite
Porque ela me conforta



Eu estou alegre, ele deixou você livre da tristeza
Eu ainda lhe amarei mais amanhã
E você estará aqui
Ainda comigo
E o que você fez, você fez com sentimento
E você sempre achou o significado
E você sempre vai
E você sempre vai
E você sempre vai



E eu sei
Você é uma parte de mim
E é sua canção
Que me deixa livre
Eu canto ela enquanto
Eu sentir que eu não posso mais segurar
Eu canto hoje à noite
Porque ela me conforta

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

O ESPÍRITO GÉLIDO



Sinto medo de dormir
pois os sonhos nao vem mais
pesadelos tomam a paz
enxugam o mar
nao mais, nao mais,
sinto medo de acordar
pois a realidade e morta



tantas vidas jogadas a propria sorte
tantos desejos
tao profundos nalam os cortes
os pedacos da realidade sem paz
os inteiros de um sonho fugaz
e toda a realidade por terra traz
como uma enxurrada violenta
a dor na alma atormenta
lamentos e dor suspiram ao vento
a tempestade que tira a ida de seu olhar
com a chama azul fria
o candelabro incendeia
os fios, a aranha, a teia
todo o mundo que ela construia
se vai com o meu
quando o dia amanhece
e a alma cansada de chorar
derruba a coberta enxarcada ao chao
e coloca-se a dormir com compaixao
vazia e fria como se nao houvesse amanha.



"E quando eu senti vc tive certeza e alivio por ter encontrado uma alma que me compreenda e q deseja ser compreendida." Vc sabe qm é vc.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

ICE ICE BABY: GELO


Talvez morrer de frio não seja assim tão ruim... espero que muitas outras coisas também morram junto... que anestesiem lentamente até tornarem-se torpor evidenciando-se através da impressão de quase sonho ou quase morte.
Gostaria que minhas más lembranças estivessem tão frias quanto meus pés que já mudaram de cor, que já se tornaram apenas instrumento de suporte corpóreo apoiável bem diferentes do que já foram um dia: sensível ao toque.
Gostaria de sentir meus medos, tristezas e infelicidades desaparecerem do mesmo modo que vejo no espelho a vida se apagando em meu olhar.
Gostaria de falar palavras doces como quando eu ainda podia sentir o calor em meu sangue. Gostaria de dizer pra mim mesma que não é isso que estou sentindo... mas mesmo tentando nem a mim mesma consigo enganar...



Meninas... achei q dessa vez eu tinha conseguido... passar no mestrado. Foi tudo a que me apeguei e apesar de estar sendo egoísta com minha família era só isso que me dava forças pra continuar com a cabeça erguida.
Não sei se vou conseguir abandonar a fé nessa força maior, mas tenho mais um motivo pra fazê-lo agora. Deus tirou férias por tempo indeterminado.



Novamente, cheguei quase lá. Mas quase é que nem segundo lugar pode ser quase bom, mas nunca é tão honroso como o primeiro.
Aliás me desculpem segundo lugar é a mesma coisa q nada. É até pior porque vc sabe q mesmo tentando não foi capaz.



Fazia tempo que não me sentia tão morta. Tão incapaz e tão infeliz. Estou como o clima sulino: congelada por dentro e por fora. Pessoas interessantes ao meu redor até existem, mas preciso de algo que ultrapasse o limiar do corpo, aliás que aconteça primeiro que isso. Algo que me ensine e me mostre o que realmente importa na vida quando temos pessoas ao nosso lado: cabeça.