terça-feira, 16 de abril de 2013

SISTEMA

Amarrada... amarrada... odeio o sistema... Uma pessoa especial chamada pra me covnencer sobre meu trabalho.. sobre ele ser de difícil aprovação. Sobre ele ser bom, mas sem interesse nacional. Odeio isso.
Resumindo, disseram-me de forma educada que a idéia é boa, meu trabalho é bom, mas não se deseja isso na instituição.

Que merda.... ensino privado, grupos fechados, total controle.... total poda de idéias e criatividade. Isso é criminoso.

Triste e frustrada demais... pq eu tenho q querer fazer doutorado pq eu tenho q teimar com isso.. não posso trabalhar nem como q quero...... q inferno... não basta ser sozinha.. precisa ainda fazer coisas q odeio...
OBRIGADA DEUS... valeu mesmo...
GRATA.



domingo, 14 de abril de 2013

DOUTORANDA


Dois anos se passaram desde que postei a última vez.... não sei se alguém vem aqui... passei no doutorado... um milhão de coisas passam na minha cabeça... sonhos... medos.. angústrias.. e continuo a mesma menina assustada de sempre...

Tenho uma pessoa que amo, mas que faz coisas que não aprovo e que insiste em enganar a si mesma sobre isso ser uma escolha. Mas a amo tanto... e sinto tanto sua falta longe... troquei de estado pra poder cursar o doutorado.

Ainda não me adaptei bem.. e francamente eu invejo mortalmente as pessoas que estão construindo sauas vidas, tendo filhos e família, um bom esposo, que recebem carinho e atenção...que são prioridade na vida daquela pessoa. Apesar de toda a decepção, que eu finjo não existir todos os dias... eu ainda sonho com uma pessoa q me ame e me trate com carinho como eu mereço, pois minha evolução foi meteórica em sentido pessoal e profissional.


E continuo a mesma pequena assustada.. não tão magra, mas que agora precisaria de um abraço, que poderia ouvir ao pé do ouvido que o material que eu tenho q apresentar amanhã não é nada perto de tudo que eu já aprendi, e que não preciso ser expert por uma disciplina. Seria pedir muito papai do céu, um colo, um braço pra dormir, uma mão pra mecher no meu cabelo... uma conversa doce, um jogo de cartas. Alguém pra ir na oficina arrumar o carro, alguém pra esperar chegar com o chimarã feito... e alguém que chegue sorrindo... feliz por ter companhia.


Agora eu vou dormir em posição fetal.... pq me sinto sozinha e desprotegida. E eu tenho uma vida materialmente ótima aqui... mas continuo sozinha, Não sozinha de solteira, sozinha de sozinha... sem ninguém pra me aquecer o coração, sem uma palavra doce... mas aquela palavra doce, daquela pessoa q meu coração escolheu...

Chora criança, chora muito, porque amanhã você não pode ser mais criança amanhã vc precisa ser adulta, tens aula, tem q ter postura, tem q ter força. Os sonhos não vem de graça. Então: "Sorria e se apresente bem".

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

MESTRANDA E TRISTE



Só queria fechar os olhos. As vezes, sempre, não sei. Só queria deixar de sentir essa tristeza. Meus olhos inchados, vermelhos banhados de azul, verde e amarelo de minha íris insistem em gritar por ajuda. Mas pela manhã meu sorriso contagia e alegra seus corações e parece-me egoísmo pedir-lhes colo.
Quando penso q não seria egoísmo, o mundo faz questão de mostrar que é sim. Que não tenho direito dessa tristeza profunda e contemplativa, como se fosse a mais profunda profanação.



Talvez eu tenha expectativas, talvez esperasse mesmo algo de você. Talvez tenha achado que você é um pouco mais do que realmente é. E quando as coisas não saíram conforme o combinado, por sua culpa ou pelo acaso eu senti essa pequena ou grande decepção e eu ainda preciso descobrir a dimensão que darei para ela. Desde então, entretanto, minha tristeza não foi embora.



E eu odeio me sentir idiota, eu não quero sentir nada, eu quero ser forte e intangível. Menos sentimentos mais racionalidade, a vida é mais fácil se agir assim. Resolver tudo logicamente, ignorar sentimentos. Mas porque mesmo agindo de forma racional e analítica ainda sinto as minhas decisões. Eu ainda não sou imune aos elogios, apenas as críticas. Apenas quando me chamam de fria, eu desejo ser.
Se me sentir acuada vou fugir, se avançar demais, talvez você fuja, ou antes, eu mesma desista novamente.



Eu estou cansando desse jogo solitário, desse tabuleiro de damas sem jogadas espontâneas, apenas ensaiadas, ensaios estes que resultarão no mesmo final. Eu perco, você perde e eu reafirmo minha teoria de intangibilidade.
E eu redescubro a psicopatia que tudo isso possa parecer ou deva ser. O quão doentia é essa barreira de proteção, o quanto estou me protegendo e me tornando prisioneira da minha lógica. O quanto tudo que conquisto parece perecer do que sinto.
E eu me sinto triste e só. E eu só quero afastar as pessoas para evitar essa sensação novamente.



AMORES...

Finalmente, eu consegui aquilo que tanto desejava. Passei no MESTRADO e no TOP. A melhor das melhores. Em duas federais. Tenho carro, quase um apartamento também. Me perdoem, estou triste, há dois dias sem antidepressivos. Retomei o tratamento de novo, mas os efeitos não voltam de imediato. Eu não estou legal.. mas vai passar.. tem que passar.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

A MÁSCARA DA INSENSIBILIDADE



Existem dias que realmente questionamos o motivo de nossas vidas.
Nesses dias quando nenhum medicamento é capaz de abrandar tamanha tristeza que deturpamos ao usar determinadas substancias. Tudo na tentativa de deturpar nossos sentimentos mais egoístas.
Quando você passa a não aceitar mais a ajuda de ninguém, pois sabe q isso só fará doer mais, isso só causará mais desgaste diante de algo q está sendo segurado apenas por alguns pequenos e frágeis alicerces. E você tem vontade de derrubá-los sozinha, pois tem certeza que eles irão cair de qualquer modo.



E eu estou cheia de marcas, de um fim de semana que deveria ser maravilhoso, e foi. Tantas e muitas possibilidades. E o meu eu, apenas maquia-se por fora, ilumina o olhar e revela o sorriso escondendo tudo o que há dentro de mim. Torno-me intangível, ao mesmo tempo em que tocável.
E como se mais nada pudesse dar certo, e como se eu não pudesse nunca mais sentir a felicidade na minha vida.

E mais uma vez eu ouvi, ouvi aquelas palavras que toda garota sonha em ouvir.... de alguém desconhecido, de alguém que pareceu se encantar.
“Vc é a garota dos meus sonhos, a mulher que eu quero pra mim. Parece que conheço vc, seu jeito, não parece ser a primeira vez q te vejo”.
“Amor, meu amor, eu te amo, eu amo você”.
“Vc me traz paz, vc me faz sentir completo, como se não precisasse de nada, pela pura e simples presença”.



E eu sou insensível, mas eu sou insensível? Não. Eu estou insensível. E eu ri. Cruelmente eu sorri, olhei pra baixo enchi os olhos de lágrimas, sequei-as para que não as visse. E disse que só podia estar brincando. Que não era possível ser tão intenso, em apenas algumas horas conhecendo uma pessoa. Diga-se de passagem, em nem tão boas circunstâncias.
Ele insiste em falar sobre amor e eu me irrito com isso. Diz que não está brincando, que jamais brincaria com isso. Mas, que se não quero acreditar é porque não estou pronta.



Quando estava contemplando meu olhar perdido se atreveu a me dizer que eu ficaria pensando em tudo o que me dissera, disse que eu não sairia pela porta sem nada na mente. Maldita praga! É óbvio não? Ninguém sai sem pensar depois de ouvir coisas assim. Por que eu julguei ser forte e intransponível? O coração pode estar assim, mas minha mente sempre enganou meu coração.




E eu estou em minha casa agora. Sozinha.
Não estou vendo possibilidades para os meus sonhos, pelo menos por enquanto. E a vida demora a começar. Ou será que terminou e ninguém me avisou? Deve ter terminado. Que bom, pq parece que cada dia mais penso em colocar fim nela.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

O JULGAMENTO E A OPINIÃO



"Agora, vem o fim sobre ti,
porque enviarei sobre ti a minha ira,
e eu te julgarei conforme os teus caminhos,
e trarei sobre ti todas as tuas abominações".

(EZEQUIEL 7:3)



A OPINIÃO e o JULGAMENTO

O que seria a opinião senão um julgamento?
Seria uma forma cheia de flores e perfumes para emitir juízo de valor e justiça sobre alguém?



Julgamento, sem tirar os méritos legais e desconsiderar as opiniões dos pensadores, nada mais é que o ato formal de analisar as situações interpretando-as a luz das leis e normas sociais. Julgamento não é para sempre, se pode recorrer enquanto houverem estâncias.
O julgamento dispõe de um grupo de pessoas, onde cada uma ocupa determinado papel e o desempenha conforme solicitado. A maioria delas nem gostaria de estar atuando nessa situação. Preferiria ver um jogo de futebol.



Opinião é o ato de analisar as situações informalmente emitindo um ponto de vista próprio, sob a luz dos próprios conceitos sobre certo e errado, conceitos esses baseados na educação recebida, nas normas sociais implícitas, preconceitos, pré-conceitos, ignorâncias e vivências. A opinião dispõe de algumas informações, não provadas e muitas vezes de cunho interpretativo sobre determinado fato onde as pessoas, diga-se de passagem qualquer pessoa, pode discorrer como bem entender sobre o assunto em questão emitindo julgamentos de valor, no nível de linguagem que desejar, sobre qualquer assunto, inclusive aqueles que não compreende e não dispõe de informações suficientes para entender os ocorridos.



Qual é a diferença?
Ambos são o ato de analisar situações. Um é registrado por um escrivão. O outro pode ser emitido por qualquer pessoa sem conhecimento de causa. Mas, então, qual é o seu julgamento mesmo? Ops, eu quis dizer opinião.

NO SILÊNCIO E NA SOLIDÃO SÓ ESCUTAMOS O ESSENCIAL: A NÓS MESMOS. (adaptado de Camille Belguise).

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

LIBERTAR



E eu ainda me pergunto o que você fez. Eu ainda me questiono, enquanto lavo os pratos ganhos no noivado, como entender sua atitude.
E as pessoas fazem questão em me lembrar seu nome, e minhas irmãs pequenas ainda teimam em ligar pra vc voltar. Mas não querem ligar, querem que eu ligue.

Sempre fui tão imperfeita, com uma família tão complicada, tudo o q me dizia era que queria uma pessoa com família normal, com pais normais. Como se a culpa fosse minha.
Aliviou meu coração receber sua procuração pra encerrar a conta bancária. Do mesmo modo, entristeceu-o me mandando um e-mail de felicitações de aniversário como se vc se importasse com alguma coisa.
E eu ainda me questiono sobre seu caráter, sobre o quão mentiroso e falso vc sempre foi (essa frase parece clichê e pode até ser, mas não tenho palavras pra substituir essas: é isso mesmo que quero saber ainda).



Vc atrapalhou tanto minha vida e eu jurei do fundo do meu coração que jamais deixaria alguém fazer isso novamente e não importa quanto essa pessoa possa virar minha cabeça e bagunçar meu coração. Existem coisas que serão minhas sempre e que não divido com ninguém. Escolhas que não fiz, chances que não abracei porque simplesmente considerava importante estarmos próximos.
Eu elaboro meu luto.



E eis que surge uma pessoa maravilhosa, iluminada e capaz de me entender em essência (coisa que não é fácil) e eu ainda estou tentando compreender o que vc fez.
AQUELA PESSOA... E eu amo ela, mas é amor pelo que ela é como ser humano e pelo que posso fazer por ela para torna-la mais feliz, ela me encanta profundamente e ela com certeza veio de outra vida e está tentando me fazer feliz.
E eu não consigo, simplesmente não consigo é como se me sentisse indisponível.
Não consigo falar, nem chorar, nem me abrir e conversar, mesmo vendo a paciência nos olhos das pessoas e a disponibilidade em me ouvir e compreender.
Estou tão inalcançável, tão distante e os gritos ecoam nesse vazio interior cheio de dúvidas.



O que fazer para que se possa sair do casulo e conseguir ser feliz com uma pessoa que tem tudo o que vc sempre sonhou e que quer te fazer feliz?
Eu me odeio por isso, isso é desprezível. Ele merece o meu melhor, mas a agonia por passar no mestrado me consome faz um ano. Não estou completa, meu caminho acabou nesse lugar preciso de mais agora.



Deus: sua caixa de correspondência anda tão cheia e mesmo assim o senhor parece não ter lido nada do que lhe enviei, pois ainda não encontrei uma resposta dentro de mim mesma. Eu ainda preciso de ajuda, eu ainda preciso de socorro, eu ainda preciso secar as lágrimas no meu coração antes mesmo de compreender a atitude para conseguir ir em frente... e eu libertarei esse anjo lindo, admirável e maravilhoso que apareceu em minha vida, pois mesmo sendo tudo o q sempre sonhei na vida eu ainda não estou pronta para ele.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

IN LOVING MEMORY

E vc sabe quem vc é. E vc sabe que esta canção é sua. Nada deu certo até vc aparecer. E agradeço por tudo dar errado, pois só assim vc está aqui agora! É tudo muito depressa, muito maluco, mas nunca tive tanta certeza na vida, pois sua alma voltou.
Meninas... sem comentários....



Obrigado por tudo que você fez
Eu senti sua falta por tanto tempo
Eu não posso acreditar que você tenha ido e
Você ainda vive em mim
Eu sinto você no vento
Você me guia constantemente



Eu nunca soube o que era
Estar sozinho... não
Porque você sempre estava
Lá para mim
Você estava sempre lá esperando
Mas agora eu vou para casa
E sinto falta do seu seu rosto
Sorrindo para mim
Eu fecho meus olhos para ver
E eu sei
Você é uma parte de mim
E é sua canção
Que me deixa livre
Eu canto ela quando
Eu sinto que eu não posso mais segurar
Eu canto hoje à noite
Porque ela me conforta

Eu carrego as coisas
Que me fazem lembrar de você
Em memória amorosa da
Única que era tão real
Você era tão amável quanto você podia ser
E embora você tenha ido
Você continua sendo como o mundo para mim

Eu nunca soube o que era
Estar sozinho... não
Porque você sempre estava
Lá para mim
Você estava sempre lá esperando
Mas agora eu vou para casa
E não é o mesmo, não
Eu sinto ela vazia e só
Eu não posso acreditar que você tenha ido
E eu sei
Você é uma parte de mim
E esta é sua canção
Que me deixa livre
Eu canto ela quando
Eu sinto que eu não posso mais segurar
Eu canto hoje à noite
Porque ela me conforta



Eu estou alegre, ele deixou você livre da tristeza
Eu ainda lhe amarei mais amanhã
E você estará aqui
Ainda comigo
E o que você fez, você fez com sentimento
E você sempre achou o significado
E você sempre vai
E você sempre vai
E você sempre vai



E eu sei
Você é uma parte de mim
E é sua canção
Que me deixa livre
Eu canto ela enquanto
Eu sentir que eu não posso mais segurar
Eu canto hoje à noite
Porque ela me conforta