segunda-feira, 29 de março de 2010

A DELÍCIA DE VIVER O QUE ACREDITA



Título igual ao de um blog vegan para introduzir algo que fiz e tenho feito nos últimos dias: RECEITAS VEGANS. Com esse turbilhão de coisas acontecendo na minha vida, a troca do leite e derivados (único alimento de origem animal que consumo) que estava em 70% já caiu para 10%. Mas com algum esforço conseguirei fazer com essa situação se modifique novamente.



Minhas lindas, obrigada pelo apopio, inclusive o que chegou até meu e-mail. Sou grata pelo carinho e nunca vou conseguir retribuir tudo o que vcs fazem por mim.
Queria constar uma coisa sobre o que aconteceu comigo: Eu não fiquei sem um anjo somente. O que me revoltou foi a raiva e a indignação que fica comigo diante de tudo isso. O papel desse ser em minha vida formalmente era de noivo, cotidianamente era de esposo/companheiro.



O que me revolta é o fato de levar adiante uma situação que para ele não servia e que, segundo ele, já estava sendo sentida a tempo. Porque noivar? Porque gritar que me ama estragando a lembrança da minha formatura? Porque ser tão mentiroso e falso aproveitando tudo o que a minha família podia proporcionar. Uma frase: Um ser infantil que não tem noção de responsabilidade e compromisso. E muito menos confiável.



Não mereces nenhuma lágrima, nem sentimento de meu coração. Desprezo somente. E tenho dito. Quem diz que ama não faz o que ele fez. Agora vou ser feliz e realizar meus novos planos. Não és insubstituível: és dispensável e não importa quanto sofrimento isso me custe.

terça-feira, 23 de março de 2010

O ANEL DO DENTE DE LEITE...



I LOVE YOU SO MUCH.

Seis anos ao meu lado não foram suficientes para superar as dúvidas semeadas em seu coração. Duas semanas foram suficientes para destruir os sonhos construidos durante seis anos. Mesmo tendo visto em seus olhos o mesmo amor que viste nos meus nada foi capaz de contar pra sua mente o caminho que seu coração gostaria de seguir. Ninguém entendeu nada, nem eu...
Você ainda pode pensar sobre o que fez...



Um dia você aprende...

Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam...
Aprende que o tempo não é algo que possa voltar pra tras



E nesse momento de saudade,
quando penso em você,
quando tudo está machucando o meu coração
e acho que não tenho mais forças para continuar;
Você aprende que realmente
pode suportar e que pode ir
muito mais longe depois de pensar
que não se pode mais.



"Todo mundo é capaz de dominar uma dor, exceto quem a sente".

Não espere um sorriso, para ser gentil.
Não espere ser amado, para amar.
Não espere ficar sozinho, para reconhecer
o amor de quem está ao seu lado.
Não espere ficar de luto, para reconhecer
quem hoje é importante para você.
Não espere o melhor emprego,
para começar a trabalhar.
Não espere a queda, para lembrar-se do conselho.
Não espere a enfermidade, para saber quão frágil é a vida
Não espere ter dinheiro aos montes, para então contribuir.
Não espere por pessoas perfeitas,para então se apaixonar.
Não espere a mágoa, para pedir perdão.
Não espere a separação, para buscar a reconciliação.
Não espere elogios, para acreditar em si mesmo.
Não espere a dor, para acreditar na oração.
Seja sempre você, autêntico e sincero.



Devo essa foto devo a vcs faz tempo.. olhem como meu corpo ficou lindo minhas princesas!!!

domingo, 14 de março de 2010

O TELEFONE E A CINDERELA

Nesse momento eu choro como uma pessoa que nao ve nada pela frente... alguem q eu jah fui antes, uma Priss q jah residiu nesse corpo e q eu esperava nao ver mais.... mas agora com o fim da minha pos, eu me vejo sem rumo e sem meu anjo neste momento ao meu lado. Estou ouvindo Never gona be alone do NIckelback, e me sentindo sozinha apesar de dizerem q jamais estarei... isso parece mentira... senao teria alguem comigo, alguem que quisesse dividir alguns minutos de sua vida... O que leva um ser a me deixar so??? O que eu fiz pra nao ter um colo de alguem que eu confie e que nao me julgue???



Qd eu vou poder tirar a armadura para enfrentar o mundo??? Como alguem desesperada, eu separei as velhas laminas de auto-punicao e acreditem: elas me olham e me convidam!!!
Pq eu ainda acredito q existe algo de bom pra mim no mundo? Pq nao acabo comigo antes de perceber q estou errada?

Eu queria ser imune aos sentimentos,
eu queria nao sentir nada,
eu queria ser o anestesico q vicia,
o torpor que alaga,
as almas que vagam e enchem de duvida os sonhos mais belos,
eu queria ser o extase que invade a veia dos dependentes,
eu queria ter vida, queria ser a vida,
que alegra os dias dos que amo...

Onde eles estao agora...
eu preciso tanto de seu carinho...
eu precisei uma vida inteira
de sua aceitacao, de seu respeito e admiracao
eu precisei tanto ve-los me esperar no portao da escola
eu precisei tanto das frases certas nas horas certas
das propostas adequadas para os momentos cabiveis
eu precisei tanto que me esperassem chegar

Cade voces que ao menos sabem entender o que quero dizer
que ao menos conseguem compreender meus medos e angustias
que ao menos notam que tenho dificuldades em enfrentar a avaliacao das pessoas

meu deus, porque toda vez que eu chego ao picadeiro
os meus olhos correm a plateia e nao consegue encontrar o olhar que procuram???
porque nao vieram assistir o que eu preparei???
porque sempre chegam atrasados quando o numero e protagonizado por mim?
porque pedem que eu sejam sua comissao presidencial quando voces estao no picadeiro?
e quando sou eu voces ao menos vem para me ver atuar
o que eu fiz pra ser tao sozinha mesmo rodeada de tanta gente?
o que eu posso fazer para silenciar suas cobrancas e vcs perceberem o quanto eu preciso de carinho?
o que eu posso dizer para que vcs percebam o quanto acho suas atitudes injustas?
o que eu posso fazer para que quando se calarem eu nao me sinta desconfortavel?
o que posso fazer para que nao sinta culpa quando decidirem ir embora sem motivos plausiveis?
o que eu posso fazer com essa vontade de morrer quando me sinto responsavel por vcs?



voce nunca estara sozinha, as formigas continuarao trilhando o caminho aos seus pes
voce nunca estara sozinha, as borboletas sairao do casulo quando seu corpo apodrecer no lindo campo
voce nunca estara sozinha, as cigarras ainda entoarao seu canto quando vc agonizar pela ultima vez
voce nunca estara sozinha, as lagrimas continuarao em seu rosto quando a sua fe se for

Eu ainda nao entendo, o que faz alguem arrancar uma flor enraizada
eu ainda nao entendo, o que faz alguem querer tirar o sorriso dos labios de um amante
eu ainda nao entendo, o que faz alguem destruir um sonho que estava construido
eu ainda nao entendo, o que faz alguem ignorar o desespero alheio
eu ainda nao entendo, o que faz a dor ser saborosa
eu ainda nao entendo, o que faz com que nenhum remedio seja capaz de amenizar a unica dor que precisa ser acalmada
eu ainda nao entendo, o que fazem minhas maos nesse teclado
eu ainda nao entendo, porque nao cortei meus pulsos de forma tao rapida que nao fosse possivel ser socorrida a tempo



Alguem fala meu idioma?
Ate agora eu tento me explicar, gesticulo, desenho, interpreto, mas ninguem me entende, ninguem considera uma alma tao agoniada que tenta a todo custo fazer-se entender apesar de ter tentado por 200 anos sem sucesso.
E eu deito na minha cama, exausta, sozinha e sem ter sido compreendida por ninguem. Aceitando o fato de ser considerada uma pessoa dificil.
Voce me entende? Fala meu idioma? Por favor, alguem fala meu idioma?




"Por muito comprida que seja a noite, o amanhecer chegará".

Tristes e doces ilusoes pautadas na minha mais pura e bela indignacao: Nao saber o que sentir, o que pensar e apesar de qualquer coisa ter a sensacao de que alguma parte da historia se perdeu nas paginas que foram arrancadas do livro da cinderela. Ops, a cinderela do conto era eu. Sentimento de injustica, inseguranca, leveza. Mas no final da historia quando a bela cinderela chora e sente-se perdida o principe sai sozinho aproveitando sua liberdade na vila.
Suicide for me!!! I deserve!



TELEFONE
Jota Quest

Não alimento amor por telefone, isso é ilusão
Não adianta falar de amor ao telefone, isso é ilusão

Pra que tanto telefonema se o homem inventou o avião
Pra você chegar mais rápido ao meu coração

Não alimento amor por telefone, isso é ilusão
Não adianta falar de amor ao telefone, isso é ilusão

A fome de amar é real, não se traduz em fios
Meu ouvido não ama, apenas ouve os seus reclames



Vou desligar, não me ligue mais
A obrigação da tua voz é estar aqui
Vou desligar, não me ligue mais
A obrigação da tua voz é estar aqui...

No ouvido do meu coração, yeah, yeah
No ouvido do meu coração, heh

Não alimento amor por telefone, isso é ilusão
Não adianta falar de amor ao telefone, isso é ilusão

Pra que tanto telefonema se o homem inventou o avião
Pra você chegar mais rápido ao meu coração

Vou desligar, não me ligue mais
A obrigação da tua voz é estar aqui
Vou desligar, não me ligue mais
A obrigação da tua voz é estar aqui...

No ouvido do meu coração, yeah, yeah
No ouvido do meu coração, heh

Do meu coração...
Meu coração

Não alimento amor
Isso é ilusão, isso é ilusão

Não alimento amor pelo telefone
Não adianta falar de amor ao telefone, how, how...



Pago dez reais pra o principe de qualquer conto que garanta finalizar a historia com a frase: "Foram felizes para sempre".

sexta-feira, 12 de março de 2010

TRISTE OU FELIZ DIA PARA AS MULHERES?

O que comemorar em um dia como esse?



São inegáveis as conquistas e as confirmações dos comentários críticos de estudantes de sociologia que afirmam o domínio feminino como movimento silencioso da sociedade.
Infelizmente não vejo grandes motivos para comemorações: arraigadas por uma cultura machista e generalista que visa a fixação, na sociedade, de mulheres com traços e preferências femininas e homens viris com gostos de macho.

Mulheres as quais as pessoas olham com desdém, ao observar suas preferências másculas diante de alguns aspectos da vida. Olhar as caras de alguns homens quando percebem que são mais estranhos ao mundo da luta livre ou ainda que apanham na manutenção de microcomputadores e pequenos copnsertos domésticos para simples viventes do sexo feminino é algo impagável.



Apesar de tanta evolução, os pais ainda criam filhas para se tornarem damas do lar, dotadas de uma delicadeza, obediência, resiliência e certa dependencia emocional que as impedirá de sentirem-se capazes de reagir caso percebam seus casamentos como fonte de sofrimento e não de amor.

Ainda se cultua a tradição de perdão, apenas como requisito para relacionamentos femininos impregnados na sempre sensação de obrigatoriedade de manter a família unida. Perdão esse que não lhes é concedido caso chegue aos 30 anos sem pelo menos um filho. É como se um filho fosse a complementação do fato de um ser ter nascido mulher.



A ditadura da beleza e da inveja é um imperativo exclusivo do mundo cor de rosa. Ouvir de esposos e companheiros que as celulites não incomodam ou que apesar de estarem fisicamente deformadas sempre serão amadas evidenciam um alívio e um passe sem culpa para a acomodação que levará ao término ou no mínimo abalo desse relacionamento. Quem não gosta de ter uma mulher bonita, cuidada e bem tratada ao seu lado? Se ter alguém assim (por que excluir os homens, afinal barriga de cerveja ou de casado como preferirem chega a causar mais asco do que celulite) e ainda mais importante ser alguém assim é algo a ser considerado, então porque eximir o outro da resposabilidade sobre o seu corpo? Como desejar exclusividade em relação aos olhares de quem amamos se as mulheres andam como esposas e não como as amantes. Vamos e viemos: é assim que a coisa funciona!



Alguém algum dia viu em uma emissora de televisão respeitada uma personagem (no caso que irei citar uma fictícia) como a Dona Ana, 35 anos, sem filhos, casada, obesa detentora de um abdome questionável, pois basicamente não consegue enxergar os pés, com cara de 45 anos devido ao seu trabalho extremanete cansativo ser exposta e admirada por cuidar do marido, ser obesa (???) e grande trabalhadora? Por mais admirável que seja não são essas pessoas que tornam-se destaque na mídia e sim as que além de lindas e mesmo que não tenham filhos são vaidosas, já fizeram inúmeras cirurgias plásticas, tiveram vários relacionamentos que terminaram devido ao seu trabalho, são independentes e ajudam obras de caridade. Realidade comum essa não é mesmo? Encontra-se em qualquer esquina alguém com atributos assim não é mesmo???



O que está esperando para começar a fazer algo por si mesma? O seu dia internacional das mulheres pode ser comemorado todos os dias através de sua satisfação, autoconfiança e coragem para enfrentar o dia todas as manhãs da melhor maneira possível. Chega de desculpas, de mentir pra si mesma, de justificar seus erros e seus deslizes. O que é feito por você é para você, esqueça que seu marido ou companheiro são os motivos de tudo porque não são. Você mais do que ninguém merece ter certeza diante do espelho que está linda, independente de sua condição financeira. O único critério que classifica essa situação em A ou B é o seu. Pense nisso!

terça-feira, 2 de março de 2010

SAUDADE



Saudade é solidão acompanhada,
é quando o amor ainda não foi embora,
mas o amado já...

Saudade é amar um passado que ainda não passou,
é recusar um presente que nos machuca,
é não ver o futuro que nos convida..

Saudade é sentir que existe o que não existe mais...

Saudade é o inferno dos que perderam,
é a dor dos que ficaram para trás,
é o gosto de morte na boca dos que continuam...

Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade:
aquela que nunca amou.

(Pablo Neruda)